Consultas de Nutrição Online

Fome emocional…afinal sempre estivemos ligadas!

Nutribanza / Estilos de Vida  / Fome emocional…afinal sempre estivemos ligadas!

Fome emocional…afinal sempre estivemos ligadas!

Sobre a minha formação, percurso etc, (teoria, portanto) podem encontrar as respostas na parte do site “sobre mim”, agora sobre o meu Eu mais pessoal, mais real, se é que se pode dizer isto, ou se quer separar um lado do outro, podem ir conhecendo ao longo dos meus post´s.

Pretendo com este blog, ajudar quem está desse lado, ao partilhar episódios / situações do meu dia alimentar, quer seja com situações clínicas de alguns pacientes (nunca identificando ninguém, sigilo profissional garantido!), quer seja com o que literalmente se come cá em casa, e conhecer um pouco mais de mim, a vida de uma mãe perfeitamente comum, que decidiu ser nutricionista! 😉

 

Também vão poder encontrar aqui, receitas de alguns dos meus pacientes, gentilmente fornecidas pelos mesmos. Quem está num programa de controlo de peso, seja porque motivo for, muitas vezes precisa de ideias / sugestões novas, de quebrar a rotina, eu própria muitas vezes sinto isso e nada como estas virem de quem está dentro do desafio. Costumo dizer aos meus amigos mais chegados, que sou nutricionista, não sou cozinheira e atenção que digo isto com muito respeito pelos cozinheiros, ou pessoas que tenham o dom e paixão por cozinhar, que para mim são autênticos génios e mágicos da combinação alimentar! Percebo dos alimentos, da sua composição, do seu valor, da sua importância, etc, mas daí a inventar pratos, confesso que para mim não é nada fácil! E está dita e confessada, uma das minhas grandes verdades e particularidades! Melhores amigos de um nutricionista? Psicólogos e cozinheiros!! 😀 Felizmente tenho-os na minha lista e dos bons! J

Talvez por isto mesmo, sinta que a minha paixão pela nutrição, vá muito para lá da comida e muitas vezes as pessoas não o entendam. Hoje em dia (e especialmente nesta fase da vida em que me encontro), olhando para trás, talvez consiga começar a perceber uma certa ligação, com a minha paixão desde os tempos da adolescência e as doenças no comportamento alimentar, muitos anos antes se quer, de imaginar que um dia ia ser nutricionista. Não, não sofri, felizmente, de nenhuma doença do comportamento alimentar, mas sempre me atraiu o saber “porquê?”, “como?”, “como se resolve/ ajuda?”…Tempo para mais uma partilha de uma particularidade de nutricionista… Sabem quem foi um dos meus  grandes ídolos portugueses, na minha adolescência, e que ainda hoje é? Daniel Sampaio (Professor, doutor…e tantas coisas maravilhosas mais), tenho todos os seus livros e já tive o privilégio de poder falar com ele pessoalmente e até trocar mails.

 

Essa área, era o meu verdadeiro sonho como nutricionista, mas na altura as saídas eram muito difíceis e o meu próprio orientador de estágio não me aconselhou. Surgiu então o excesso de peso, no sentido de ajudar as pessoas a encontrarem uma forma de se verem e gostarem, que no fundo, sendo áreas e situações diferentes, não deixam de estar ligadas, mas não nos extremos, o que até combina melhor comigo: nutrição sem complicação, recordam-se? 😉 E de repente, assim sem avisar, começo a ver nos meus pacientes um comportamento comum e novo…Fome Emocional, estão a ver a mesma ligação que eu? 😛 Mais post´s sobre este tema, certamente virão! 😉

Partilhar

Comentários:

  • filipa
    12 Dezembro, 2018 at 14:49

    à espera de mais posts sobre o assunto 🙂

    • Ana Banza
      14 Dezembro, 2018 at 20:01

      Vão vir com toda a certeza!! 😉
      Beijinhos,

Submeta um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.